De Robin Hood, Suplicy critica política tributária brasileira
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

De Robin Hood, Suplicy critica política tributária brasileira

Redação

21 de junho de 2012 | 19h03

estadão.com.br

Caracterizado de Robin Hood, o senador Eduardo Suplicy (PT) usou o plenário do Senado nesta quinta-feira, 21, para criticar a postura do Brasil em relação a transações financeiras e a taxação de grandes fortunas. Suplicy, que chegou a abraçar uma bandeira do Brasil durante a sua fala, elogiou a disposição do presidente da França, Françoise Hollande, de defender a criação de um fundo mundial feito a partir da taxação de grandes fortunas e sobre as transações financeiras. Na opinião do senador, os recursos poderão “garantir uma renda básica de cidadania para todos os habitantes do planeta” e, assim, ter a realização do sonho do herói fora da lei./Com informações da Agência Senado

Tudo o que sabemos sobre:

Eduardo SuplicyImpostosTaxas

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.