As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Começa guerra jurídica contra ‘invasões’ de candidatos em programas eleitorais

Camila Tuchlinski

18 de agosto de 2010 | 16h35

Julia Duailibi

Advogados de José Serra, candidato a presidente pelo PSDB, estão reunidos neste momento para elaborar as representações ao Tribunal Superior Eleitoral contra coligações nos Estados que usaram programas no horário eleitoral gratuito destinados aos candidatos a deputados para enaltecer a adversária Dilma Rousseff (PT) e criticar o tucano.

Na avaliação dos tucanos, é irregular a candidatos majoritários invadirem o horário destinado a apresentar os nomes dos candidatos a deputado federal e estadual. Eles já detectaram dois usos que consideram ilegais: em Santa Catarina e na Bahia. As representações devem ser impetradas amanhã no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os advogados de Geraldo Alckmin, candidato ao governo paulista também pelo PSDB, também pretendem entrar com representações contra o adversário Aloizio Mercadante, que usou os horários dos deputados federal e estadual ontem e hoje para criticar a administração tucana. Ontem, o candidato do PT apareceu nos programas proporcionais criticando os pedágios. Hoje, a violência nas escolas.

selinho_twitter2

Tudo o que sabemos sobre:

Dilmahorário eleitoralPSDBPTSerraTSE

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.