Com críticas a Alckmin, Kassab oficializa pré-candidatura a governo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com críticas a Alckmin, Kassab oficializa pré-candidatura a governo

Lilian Venturini

19 de março de 2014 | 12h21

Pedro Venceslau e Elizabeth Lopes

Campos do Jordão – O ex-prefeito e presidente do PSD Gilberto Kassab aproveitou sua participação nesta quarta-feira, 19, no 58º Congresso Estadual de Municípios, realizado em Campos do Jordão, para anunciar oficialmente sua pré-candidatura ao governo paulista. “Alguns podem duvidar, mas a partir de junho serei candidato ao governo de São Paulo”, disse Kassab em um discurso para cerca de 250 prefeitos do interior do Estado.

Na plateia, vários militantes do PSD levantaram cartazes com a imagem de Kassab. No começo de sua fala, o ex-prefeito deu o tom de como deve ser seu discurso eleitoral. “Está chegando a hora do basta.” A fala de Kassab também foi pontuada de críticas à gestão do governador Geraldo Alckmin (PSDB). “Não é possível a nossa Polícia Militar conseguir solucionar apenas 2% dos crimes.” “Infelizmente, nos próximos debates temos dois novos temas na mesa: falta de água e racionamento”, complementou.

Também participarão do evento, que termina sábado, Alckmin, provável candidato à reeleição e o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, que também deve disputar o governo pelo PT. O presidente da Fiesp, e possível candidato pelo PMDB, Paulo Skaf, era esperado no evento, mas declinou do convite. Têm a presença confirmada ainda os prováveis candidatos à Presidência, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

 

Mais conteúdo sobre:

Alckmineleições 2014Kassab