As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em doações, Roriz declara à Justiça Eleitoral arrecadação de R$ 778 mil; Agnelo tem R$ 150 mil

Ricardo Chapola

03 de agosto de 2010 | 19h26

Por Carol Pires, de Brasília (DF)

Líder nas pesquisas de intenção de voto, o candidato ao governo do Distrito Federal pelo PSC, Joaquim Roriz (DF), declarou à Justiça Eleitoral ter arrecadado R$ 778 mil em doações de campanha até esta terça-feira, 3. O valor corresponde a 7,78% dos R$ 10 milhões que a campanha de Roriz estipulou como gastos de campanha.

De acordo com a assessoria de Roriz, ex-governador do DF por quatro mandatos, a campanha gastou cerca de R$ 635 mil até agora, restando mais ou menos R$ 142 mil em caixa.

O principal adversário de Roriz, o candidato do PT Agnelo Queiroz, registrou um teto de campanha muito maior: R$ 35 milhões, dos quais só arrecadou, até agora, R$ 150 mil (0,4%). A campanha petista ainda tem, em caixa, R$ 4,8 mil. As informações são da assessoria de imprensa do candidato.

Terminou hoje, às 19h, o prazo para entrega da declaração parcial das arrecadações de campanha. Os Tribunais Regionais Eleitorais e o Tribunal Superior Eleitoral têm até esta quinta-feira para divulgar as declarações oficiais.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.