As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Caixa inicia retomada de imóveis do Minha Casa, Minha Vida vendidos irregularmente

Jennifer Gonzales

18 de fevereiro de 2011 | 12h34

Tiago Décimo

Duas liminares expedidas pela Justiça Federal na quinta-feira, 17, determinam que dois apartamentos do Residencial Nova Conceição, de Feira de Santana (BA), primeiro conjunto do programa Minha Casa, Minha Vida destinado à população de baixa renda a ser entregue no País, sejam desocupados em até 30 dias pelos atuais moradores.

Veja também:

No 1º conjunto do Minha Casa, Minha Vida, venda de imóveis e calote

 

minhacasa_claudionorjr_20012011.jpg

Foto: Claudionor Junior/AE – 20.01.2011

Segundo a decisão, foi comprovado que os imóveis foram vendidos pelos beneficiários do programa, o que é proibido. Com a desocupação, a Caixa Econômica Federal (CEF) poderá repassá-los a outras pessoas inscritas no programa.

No condomínio, o clima é tenso um mês depois de o Estadão mostrar esquemas de venda e de locação de imóveis no condomínio.

Beneficiários e moradores que negociaram irregularmente os apartamentos ameaçam de morte seus denunciantes. A associação dos moradores foi desfeita e seu presidente, temendo ser assassinado, deixou o condomínio para morar em outro bairro.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.