As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bruno Covas deve ser o relator do Orçamento paulista de 2011

Armando Fávaro

05 de novembro de 2010 | 20h52

André Mascarenhas

Parlamentar mais votado do legislativo paulista, o deputado estadual Bruno Covas (PSDB) deverá ser escolhido na próxima semana o relator do Orçamento Estadual de 2011 na Assembleia Legislativa de São Paulo. A proposta, que foi elaborada pelos tucanos Alberto Goldman e José Serra, deverá ser alvo de ajustes pontuais propostos pela equipe de transição do governador eleito, Geraldo Alckmin.

Economista e membro da Comissão de Finanças e Orçamento da Casa, Bruno foi o relator do Orçamento de 2010. Segundo colaboradores do tucano, há “99%” de chances de ser ele o responsável pela redação da proposta do ano que vem, projetada em R$ 140,6 bilhões. Além da votação expressiva nas urnas, o tucano é visto como alguém que “sabe descascar o abacaxi”. A escolha deverá ser formalizada na próxima quarta, 11, ou quinta-feira, 12.

Presidência. Citado em nove de cada dez conversas sobre a disputa pela presidência da Assembleia no biênio 2011-2012, Bruno tem dito nos bastidores preferir uma secretaria de peso no governo Alckmin. Na avaliação de colaboradores do tucano, seu nome tem sido ventilado como uma estratégia para “queimá-lo” na disputa.

Outros nomes cotados são do atual presidente, Barros Munhoz (PSDB), e de Celino Cardoso (PSDB).

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.