As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bezerra troca comando de órgãos vinculados ao Ministério da Integração

Redação

31 de janeiro de 2012 | 18h27

estadão.com.br

Orientado por Dilma, o ministro da integração, Fernando Bezerra, anunciou nesta terça-feira, 31, que trocará o comando do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Segundo Bezerra, Dilma pediu nomes técnicos. “A presidenta recomendou que houvesse a renovação e que se buscasse perfis técnicos para os cargos de direção das instituições vinculadas ao Ministério da Integração”, afirmou.

Os nomes dos novos diretores, segundo ele, estão sendo avaliados pela Casa Civil e a Secretaria de Relações Institucionais e devem ser definidos até o carnaval, quando a presidenta Dilma Rousseff já estará de volta ao Brasil da viagem a Cuba e ao Haiti.

As alterações são promovidas após surgirem denúncias de irregularidades em órgãos da pasta. No último dia 27, o diretor-geral do Dnocs, Elias Fernandes Neto, foi exonerado. Um relatório da Controladoria-Geral da União (CGU) de 2010 apontou desvios de dinheiro público em obras do departamento para o combate à seca no Ceará, com prejuízo estimado em R$ 312 milhões.

Trocas. O ex-diretor do Dnocs, Elias Fernandes, saiu do órgão após denúncias de irregularidades. Um relatório da Controladoria-Geral da União (CGU) de 2010 apontou desvios de dinheiro público em obras do departamento para o combate à seca no Ceará, com prejuízo estimado em R$ 312 milhões.

A demissão foi uma exigência de Dilma, depois de o líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves, articular para que o seu apadrinhado permanecesse à frente do Dnocs. Alves afirmou que o governo não criaria uma crise com o maior partido da base aliada, em torno do Dnocs.

* Com informações da Agência Brasil