As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Assembleia de SP promete, mas lista de servidores ainda não está disponível

Jennifer Gonzales

10 de dezembro de 2011 | 10h30

Jair Stangler, do estadão.com.br

(Atualização: o site da Imprensa Oficial entrou no ar às 10h45, pouco depois da publicação desta nota, quando foi possível ver a lista completa de servidores)

Apesar da promessa de divulgar a lista de servidores neste sábado, 10, a relação ainda não está disponível. Em nota divulgada na sexta-feira, 9, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de São Paulo havia dito que publicaria na edição deste sábado 10, do Diário Oficial do Legislativo, a relação de servidores da Casa com suas respectivas lotações. Além disso, na quinta-feira, 8, o deputado Orlando Morando havia antecipado que a relação seria divulgada neste sábado.

No entanto, não é possível acessar o Diário Oficial pelo site da Imprensa Oficial, que está fora do ar. A reportagem também tentou obter uma versão impressa do Diário Oficial sem sucesso. Ao tentar contato com a Imprensa Oficial, ninguém atendeu. Tanto na Assembleia Legislativa como no Palácio dos Bandeirantes, as assessorias informaram que também não receberam o Diário Oficial. O deputado Orlando Morando também não foi localizado. A reportagem continua tentando conseguir a lista de servidores da Assembleia.

A luta na Justiça pela divulgação da lista completa com nomes e funções dos quase 4 mil servidores a Casa começou há 11 anos. Na última decisão, a Justiça de SP ordenou que o Legislativo divulgasse a lista em “periódico oficial”. A Casa aguardava a notificação da decisão para divulgar a lista.

Ninguém sabe exatamente o total de gastos com folha de pessoal dos 94 deputados paulistas. Em reportagens publicada no dia 28 de novembro, o ‘Estado’ mostrou que o Legislativo de São Paulo mantém funcionários comissionados que cumprem jornada dupla, muitas vezes em cidades distantes, e que, não raro, não são vistos na Casa.  As reportagens também mostraram casos de funcionários fantasmas e de vereadores em outras cidades que são também assessores de deputados.

Desde o início de dezembro, estadão.com.br vem cobrando a divulgação da lista de servidores da casa. Até esta sexta-feira, 9, 16 deputados divulgaram a lista de seus gabinetes. A liderança do PDT também divulgou sua lista de funcionários. O estadão.com.br também fez uma série de entrevistas com os deputados estaduais, para entender por que a lista não era divulgada. Foram entrevistados os deputados Major Olímpio (PDT)Carlos Giannazi (PSOL)Orlando Morando (PSDB),  Edinho Silva (PT)Célia Leão (PSDB).

Na quinta-feira também, estadão.com.br protocolou pedido oficial na Assembleia para que a lista fosse divulgada.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.