Na articulação política, Ideli promete ser ‘afável’ e prega união
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Na articulação política, Ideli promete ser ‘afável’ e prega união

Lilian Venturini

13 de junho de 2011 | 15h18

Andrea Jubé, da Agência Estado, e Lilian Venturini, do estadão.com.br

A nova ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, afirmou que será “firme nos princípios e afável na abordagem” com os parlamentares no cumprimento de sua nova missão. A catarinense que tem fama de “pavio curto” ponderou em seu discurso de posse no cargo que seus oito anos de mandato como senadora renderam-lhe “cicatrizes” e conferiram-lhe “coragem” para enfrentar os desafios do Congresso de “peito aberto”.

Ao tomar posse no cargo em solenidade realizada nesta tarde no Palácio do Planalto, a nova ministra afirmou que manter uma relação de “respeito” com todos os partidos que compõem a base aliada será a “tarefa central” de sua gestão à frente da nova pasta. Ela ressaltou que, paralelamente, estabelecerá um “debate respeitoso e republicano com a oposição”.

Numa alusão indireta à utilização de cargos e nomeações no governo como ferramentas de trabalho da articulação política do Planalto, a nova ministra frisou que a “argumentação” será a arma que utilizará no cotidiano aos que desejarem discutir com ela e com o governo “os grandes temas nacionais”. Ideli enfatizou que seu trabalho será “conversar, conversar, conversar e negociar” com os líderes da base e da oposição no Congresso.

Apesar do discurso de respeito com os aliados e a oposição, Ideli lembrou que será firme e saberá dizer “não” quando for preciso. “Quando necessário vou dizer não, mas com amabilidade”. Ao final, ela ressaltou que caberá a ela apenas “coordenar” a articulação política do governo, porque esta é uma tarefa que compete a todos que participam da gestão da presidente Dilma Rousseff.

Ideli vai substituir o petista Luiz Sérgio (RJ), indicado para seu lugar no Ministério da Pesca. Abaixo, os principais momentos da posse:

15h52 – Dilma: “A política qualificada e amparada nos interesses do povo se traduz na nossa soberania.” “Sem dúvida, a afinidade do meu governo com a política se manifesta num imenso respeito ao Congresso e ao Poder Judiciário”. “O êxito só pode surgir da negociação.” “Precisamos trabalhar todos juntos. O governo não trabalha sozinho.” “Encerro essa cerimônia com um convite a todos, aos meus colaboradores, ao meu partido eà sociedade: Vamos arregaçar as mangas.”

15h47 – “Esse evento é uma cerimônia de transmissão de cargos e também de agradecimento aos ministros pelo trabalho realizado.” “A partir de agora terei a presença de Ideli mais perto, mas não abrirei mão da participação do ministro Luiz Sérgio”. “Temos muito trabalho a fazer.”

15h45 – A ministra Ideli finalizou seu discurso com um trecho da música de Ivan Lins, Novo Tempo. A presidente Dilma Rousseff começa a discursar.

15h44 – “Acordos serão cumpridos, mas se modificados serão comunicados às lideranças. Peço apoio aos presidentes das duas Casas, Sarney, no Senado, e Marco Maia, na Câmara. Peço união e ajuda que já compartilhamos.” “Formaremos com toda a certeza um time coeso, que ajudará a presidente Dilma e Temer, que garantirão o crescimento do Estado brasileiro.” “É tarefa de todos e cabe a mim apenas coordenar o trabalho”.” Peço a Deus que me ilumine. Que meu marido continue me amando. Que meus filhos continuem se orgulhando de mim e continuem me amparando. E o que o meu neto, o Lucas, e os filhos e netos de todos os brasileiros saibam que nosso esforço é deixar um Brasil cada vez melhor. Obrigada pela confiança.”

15h40 – Ideli faz um resumo das principais ações que desempenhou durante o período que esteve no comento do Ministério da Pesca, entre elas projetos na Amazônia e no Nordeste, e parcerias com Fiesp e Câmaras Setoriais, além de outros ministérios. “É bastante trabalho. E tenho certeza de que o ministro Luiz Sérgio dará continuidade.” “Meus sinceros agradecimentos aos funcionários e pelo que realizamos juntos.”

15h37 – “Quero agradecer em especial o ministro Luiz Sérgio. Companheiro de duros momentos. Desejo-lhe, porque é merecido, muito sucesso e muita sorte. E quero pedir com carinho: cuide bem dos peixinhos.”

15h34 – “Meu trabalho sempre será acompanhado do necessário debate respeitoso e republicano com os partidos da oposição.” “Governo e oposição podem e devem contribuir para viabilizar o trabalho do Legislativo e Executivo. “Mesmo quando necessário dizer um ‘não’, quero fazê-lo com amabilidade” .

15h35 – Ideli: “Os oito anos no Senado me enchem de orgulho. Sempre ganhei mais batalhas conciliando do que divergindo. A Ideli cumpriu tarefas diferente das que inicio hoje. Serei rígida nos princípios e afável nas abordagens”

15h30 – Ministra Ideli Salvatti começa seu discurso

15h28 – Luiz Sérgio já fala como novo ministro da Pesca: “Temos um governo sensível às necessidades do setor. Vamos trabalhar. Navegar é preciso”, conclui seu discurso.

15h20 – Começa a cerimônia, com o discurso do ministro, agora da Pesca, Luiz Sérgio: “Apenas mudando de trincheira para dar continuidade ao mesmo combate. Fiz o que era possível. Tenho a honra de suceder e ser sucedido por Ideli Salvatti.” Conheço de perto sua capacidade política. Tenho certeza de que fará um ótimo trabalho”.

Tudo o que sabemos sobre:

IdeliRelações Institucionais

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.