As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alckmin nega que seu governo seja de ruptura com Serra

Jennifer Gonzales

06 de janeiro de 2011 | 11h39

Em entrevista à rádio CBN na manhã desta quinta-feira, 6, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin negou que seu governo seja de ruptura com o governo de seu antecessor, José Serra, também do PSDB.

“A imprensa às vezes coloca pimenta onde não deve. Substituição de nomes é natural. Tivemos 6 secretários que nós mantemos e outros que são novos. Alguns já eram do governo. Vamos dar continuidade a todos os programas e projetos. E vamos trazer também novos projetos. E o ajuste fiscal é uma obra permanente. É melhorar a eficiência do gasto público. Não tem nada a ver com questão política, o Serra é nosso companheiro”, declarou.

Alckmin também criticou a política fiscal do governo federal, que segundo ele é ‘frouxa’.

Afirmou ainda que quer conversar com o ministro da Justiça, José Eduardo Martins, sobre segurança pública e defendeu uma maior ação do governo federal no combate ao crime.

Disse que a reunião com o vice-presidente Michel Temer, previsto para esta quinta, não será sobre cargos do partido em seu governo. “A conversa será com o vice-presidente”, afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:

Geraldo AlckminJosé SerraPSDBSão Paulo

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.