Alckmin escolhe Mônika Bergamaschi para comandar secretaria de Agricultura
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alckmin escolhe Mônika Bergamaschi para comandar secretaria de Agricultura

Lilian Venturini

23 de maio de 2011 | 19h15

Gustavo Uribe e Gustavo Porto, da Agência Estado

A assessoria de imprensa do Palácio dos Bandeirantes confirmouno início da noite desta segunda-feira, 23, que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), escolheu a diretora executiva da Associação Brasileira do Agronegócio de Ribeirão Preto (Abag-RP), Mônika Bergamaschi, para ocupar a secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. A informação foi antecipada nesta tarde pela Agência Estado. O convite foi feito no sábado, 21, e o acerto ocorreu em uma reunião nesta tarde, entre o governador e a nova secretária, a primeira mulher a ocupar o posto.

Agrônoma, formada pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Jaboticabal (SP), Mônika comanda a Abag-RP há uma década e é considerada uma das principais lideranças do setor no País. Ela é também executiva da Associação Brasileira de Agribusiness (Abag) e foi uma das principais articuladoras, recentemente, das reivindicações do setor privado referentes às mudanças do Código Florestal Brasileiro. Ela deve assumir a pasta em até duas semanas, prazo pedido para que organizasse seus atuais compromissos.

Mônika Bergamaschi substituirá João de Almeida Sampaio, que deixou o cargo há mais de um mês, após mais de quatro anos à frente da secretaria. O governador chegou a negociar o posto com o PMDB, o DEM e o PP, mas optou por manter um técnico diante da recusa dos partidos ao convite para ocupar a Agricultura, preferindo outras pastas. O cargo é ocupado interinamente pelo secretário adjunto, Antonio Julio Junqueira de Queiroz.

Tudo o que sabemos sobre:

AgriculturaAlckminMônika Bergamaschi

Tendências: