As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alckmin diz que São Paulo é ‘case mundial’ na redução de homicídios

Armando Fávaro

29 Julho 2010 | 12h57

André Mascarenhas

Para o ex-governador de São Paulo e candidato ao cargo pelo PSDB, Geraldo Alckmin, o Estado é exemplo no País na Segurança Pública. “O Estado de São Paulo é um case mundial” de redução de homicídios, afirmou em sabatina Uol/Folha de S.Paulo.

Segundo ele, o Brasil tem hoje 24 homicídios para cada 100 mil habitantes, enquato São Paulo 10,7. “Em junho reduzimos para 88′ acrescentou. “Tem Estados com 50, 60, inclusive administrados pelo PT”, alfinetou . “Isso é uma guerra que você tem que todo dia vencer batalhas.”

Alckmin prometeu a construção de Centros de Detenção Provisórios para esvaziar as cadeias das delegacias, que deixariam os delegados mais preocupados em evitar fugas do que em investigar. “O Estado de São Paulo será o primeiro Estado brasileiro a não ter um preso sequer nas cadeias. Será tudo em Centros de Detenção Provisória”, disse, argumentando que a iniciativa liberaria a Polícia Civil para suas funções principais, de investigação.

O candidato citou ainda outras medidas para o setor, como a instalação de câmeras nos carros da polícia e o aumento dos salários dos policiais. Ele também afirmou que criará o “Popuatempo da Polícia Civil”, sem especificar que serviços seriam oferecidos.

Questionado se voltaria a escolher o promotor Saulo de Castro Abreu como seu secretário de Segurança, o tucano elogiou seu ex-assessor, mas afirmou que definir secretariado sem vencer eleição “dá uma azar danado”.

selinho_twitter2

Mais conteúdo sobre:

AlckminPSDBsabatinaSP