Cabos eleitorais pagos fazem aquecimento para comício de Lula e Dilma em Pernambuco
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cabos eleitorais pagos fazem aquecimento para comício de Lula e Dilma em Pernambuco

Ricardo Chapola

27 de agosto de 2010 | 15h47

Rodrigo Alvares, enviado especial a Recife

À espera da chegada de Lula e da presidenciável Dilma Rousseff para comício nesta sexta-feira com o governador de Pernambuco e candidato à reeleição, Eduardo Campos (PSB), cabos eleitorais, em sua maioria remunerados, gravam imagens para a campanha governista na capital pernambucana.

De acordo com um dos 60 cabos eleitorais de Eduardo Campos, o candidato à reeleição prometeu pagar paga R$ 20 – mais R$ 5 para o almoço – para que elas tremulem bandeiras no Marco Zero, ponto histórico da cidade.

Entre os militantes que estão na praça, uma mulher tremulava a bandeira do ex-ministro da Saúde Humberto Costa (PT-PE) – atualmente candidato ao Senado pelo PT. Ela afirmou que lhe foi prometido um salário mínimo por mês até o fim das eleições, fora refeição e eventuais passagens.

O esquema de pagamento foi confirmado por um dos organizadores da campanha de Costa. Ele acrecentou que o grupo de cabos eleitorais do ex-ministro foi dividido em três frentes.

Na primeira, denominada ‘bandeiragem’, conta com 300 pessoas, enquanto 600 delas compõem o grupo da “panfletagem”. A terceira frente é a da coordenação, com 700 pessoas, que articula os trabalhos dos outros dois grupos.

Dezenas de pessoas desfilavam empunhando bandeiras dos mais diversos candidatos governistas. Só na avenida Pedro Lisboa – próxima ao Marco Zero – 50 delas seguravam flamulas de Junior Maruto e Ana Arraes – postulantes à Assembleia e à Câmara, respectivamente.

selinho_twitter21821

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.