Tribuna do Norte: Carlos convida Wilma para ser candidata a vice

Lilian Venturini

22 de junho de 2012 | 10h22

Por Tribuna do Norte

O ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo, pré-candidato pelo PDT, oficializou ontem o convite para a ex-governadora Wilma de Faria, presidente estadual do PSB, ser candidata a vice-prefeita na chapa dele. A ex-governadora anunciará publicamente hoje a decisão, mas a tendência é que ela aceite o convite e integre a coligação como vice. Assessores próximos aos dois políticos afirmaram que a Wilma de Faria foi “muito receptiva” e deve, hoje, confirmar a opção de disputar o pleito na chapa majoritária na aliança com o ex-prefeito.

Na véspera de anunciar o destino político para o pleito 2012, Wilma de Faria se reuniu com os vereadores do PSB, mas a eles também não adiantou a decisão. No final da tarde de ontem, Carlos Eduardo foi à residência dela. Na ocasião, fez o convite oficialmente.  Para a noite de ontem ainda estava prevista uma conversa da ex-governadora com o ex-governador Iberê Ferreira e com a deputada federal Sandra Rosado. Os dois são do PSB. Nessas reuniões, Wilma de Faria deverá comunicá-los sobre a decisão antes do anúncio oficial, provavelmente na manhã de hoje.

“A experiência dela é muito importante para nossa campanha e para uma administração que vai se dedicar à recuperação da cidade”, afirmou Carlos Eduardo, ontem, ao confirmar que fez o convite. Ele disse que tomou conhecimento que integrantes do PSB e dos demais partidos que formam a coligação são favoráveis à presença da ex-governadora na chapa majoritária. “Os partidos demonstraram isso. Ela tem um contribuição muito importante para nosso município. Pode colaborar. É com isso que pretendemos contar”, afirmou Carlos Eduardo.

A alternativa de ser candidata a vice-prefeita surge para Wilma de Faria como uma forma de continuar no cenário político, já visando o pleito de 2014, quando deverá ser candidata a deputada federal.

Wilma de Faria foi eleita pela primeira vez em 1986 para o mandato de deputada constituinte. Em 1988, venceu a eleição para a Prefeitura. Em 1992, voltou a disputar a Prefeitura e venceu novamente. Foi reeleita. Em abril de 2002, renuncia à Prefeitura para disputar o governo do estado, sendo eleita com 820.541 votos. Em 2006, foi reeleita governadora.

Leia mais em Tribuna do Norte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.