Tribuna da Bahia: Prefeituráveis vão gastar mais de R$ 2 milhões

Lilian Venturini

08 de agosto de 2012 | 11h13

Por Tribuna da Bahia

O valor foi revelado nessa segunda-feira (6) pela Justiça Eleitoral.

Os candidatos são obrigados por lei a prestarem contas dos gastos, a cada 30 dias, a partir do início da campanha eleitoral. A primeira data base foi 6 de agosto e a próxima será dia 06 de setembro.

Por enquanto, a prestação de contas dos prefeituráveis da capital baiana, realizada até o dia 02 de agosto, contabiliza, principalmente, as despesas contratadas pelos candidatos, com Mário Kertész (PMDB) e mais de R$ 1 milhão em contratos saindo na frente, seguido de perto por ACM Neto (DEM), com despesas orçadas em R$ 837 mil.

A diferença entre o peemedebista e o democrata é que, enquanto a prévia de Kertész apresenta um déficit considerável – a candidatura dele arrecadou apenas R$ 6.780 -, Neto efetivou o pagamento de R$ 835 mil.

Desse montante, o democrata arrecadou R$ 890 mil.

Nelson Pelegrino (PT) arrecadou R$ 500 mil e gastou apenas R$ 67.519.

Leia mais em Tribuna da Bahia

Tudo o que sabemos sobre:

acm netoarrecadaçõescandidatossalvador

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.