O Povo: Gonzaga comemora 1% em pesquisa e diz que trabalhadores são manipulados nas eleições

Lilian Venturini

25 de setembro de 2012 | 15h46

Por O Povo

O candidato do PSTU a prefeito de Fortaleza, Francisco Gonzaga, encerrou, nesta terça-feira, 25, a série de entrevistas “A Hora da Verdade”, no Grupo de Comunicação O POVO. Ele comemorou o fato de ter alcançado 1% das intenções de voto na pesquisa Vox Populi, divulgada na segunda-feira pela TV Jangadeiro.

“Para nós, é motivo de orgulho muito importante. Esse 1% de intenção de voto para uma candidatura operária, para um programa que apresenta uma Fortaleza para os trabalhadores e uma candidatura que não é bancada pelas grandes máquinas, esse 1% representa muito”. Ele ressaltou que, no ponto de vista da legenda que representa, a eleição não é o mais importante. “A eleição vai passar e a luta vai continuar. E o PSTU é um partido que apoia todas as lutas dos trabalhadores”.

Ele afirmou ainda que os trabalhadores são manipulados pela propaganda eleitoral durante a campanha. “Infelizmente, os trabalhadores são manipulados no momento das eleições”. Por isso, aponta, os interesses da classe não prevalecem. “Quem pontua nas eleições não são as melhores propostas para os trabalhadores, mas as que são apresentadas como mercadoria, como quem vende um carro, como quem vende um sabonete. Um exemplo disso é que nós estamos vendo na nossa cidade as duas grandes marcas se destacando nas pesquisas”.

Gonzaga disse ainda que vários dos principais candidatos tomarão atitudes contrárias aos trabalhadores quando a eleição passar. “As candidaturas da frente popular, do Partido dos Trabalhadores (PT), da oposição de direita… todas essas candidaturas estão preparando, após as eleições, mais ataques à classe trabalhadora. Nós vamos estar do lado desses trabalhadores lutando, ombro a ombro, pra que a gente mude essa realidade”.

Leia mais em O Povo

Tudo o que sabemos sobre:

candidatosCearáeleiçõesFortaleza

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.