O Povo: Candidatos à Prefeitura de Fortaleza apostam na televisão

Lilian Venturini

08 de agosto de 2012 | 11h00

Por O Povo
Com as maiores fatias de tempo na propaganda eleitoral televisiva, os candidatos a prefeito de Fortaleza apoiados pelas máquinas públicas já aguardam com ansiedade o início do horário eleitoral gratuito, marcado para ganhar as telas daqui a exatos 15 dias. Se para Elmano de Freitas (PT) e Roberto Cláudio (PSB) a TV é a grande aposta nessa corrida eleitoral, para os candidatos com tempo enxuto na televisão, o horário eleitoral pode ser a armadilha negativa da campanha.

Aparecendo ainda tímidos nas pesquisas de intenção de votos para prefeito, os postulantes apoiados pela prefeita Luizianne Lins (PT) ou pelo governador Cid Gomes (PSB) concordam em pelo menos um aspecto: será com suas imagens estampadas na TV que eles passarão a, de fato, ser conhecidos pela maioria do eleitorado fortalezense. Além do maior tempo de televisão, têm a maior estrutura de marketing e, também, os mais desejados cabos eleitorais. Para especialistas, a tendência é que ambos, hoje com menos de 10% de intenções de votos, comecem a angariar novos eleitores a partir do dia 21 de agosto. “A experiência eleitoral dos últimos anos mostra que a população só conhece a proposta de cada candidato com o início da propaganda na TV e rádio”, aposta Elmano. Enquanto o petista terá a imagem do ex-presidente Lula como trunfo na campanha, Roberto Cláudio tem o maior tempo absoluto de exposição nas telas.

A 15 dias dos vídeos irem ao ar, parte das imagens da campanha de ambos já está gravada. Para os candidatos, a estratégia será abraçar-se às imagens de seus apoiadores, firmar os jingles de campanha e mostrar o que há de proposta para Fortaleza, com infográficos, efeitos especiais, e discursos de aliados. Elmano, tendo à frente um dos mais caros marqueteiros do País: Duda Mendonça; Roberto Cláudio, com equipe trabalhando em Fortaleza e São Paulo.

Leia mais em O Povo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.