O Globo: PV oficializa Aspásia Camargo candidata à prefeitura do Rio

Lilian Venturini

25 de junho de 2012 | 11h30

Por O Globo

RIO – A socióloga carioca Aspásia Camargo oficializou na manhã deste domingo sua candidatura à prefeitura do Rio pelo Partido Verde (PV). Em um discurso de aproximadamente uma hora realizado no auditório da Universidade Cândido Mendes, no Centro, Aspásia anunciou que terá como meta de governo a regularização fundiária nas favelas, mairo qualidade da mobilidade urbana e um Rio mais sustentável.

Participaram da convenção o deputado federal Alfredo Sirkis (PV-RJ), que cochilou durante o discurso de Aspásia, e jornalista Fernando Gabeira, que hesitou em posar para foto junto com a candidata, o vice e os demais membros da mesa.

– A linha mestra da minha candidatura será a regularização fundiária, que já começou no Morro do Cantagalo. O indiano Muhammad Yunus, o pai do microcrédito, e o peruano Hernando de Soto já mostraram que é possível fazer isso, que já há programa de regularização. Nós estamos dormindo, no Rio de Janeiro, fazendo demagogia. A população precisa de casa para morar – destacou. – Além disso, não podemos deixar que o Rio ultrapasse São Paulo no problema do trânsito e precisamos levar adiante a Agenda 21, que foi retomada agora, na Rio+20.

Aspásia, viúva do escultor Sergio Camargo e avó de quatro netos, chamou a atenção para o fato de ser a única mulher candidata à prefeito nestas eleições e para a dificuldade que o prefeito Eduardo Paes, candidato à reeleição, terá para governar por conta da grande coalizão de partidos que o apoia.

– Paes conta com o apoio de 19 partidos e já tem quase 15 minutos de televisão, mas pobre do prefeito que se elege apoiado por 19 partidos. Com tanta gente no balaio, a carroça não anda! Fica tão pesada, com tantos interesses contraditórios e nocivos, que não anda – alertou Aspásia.

Como vice de Aspásia, o PV escolheu o analista de sistemas Alfredo Piragibe, de 34 anos. Durante dois anos, Piragibe presidiu a Associação de Moradores e Amigos do Jardim Botânico e lutou pelo fim do tráfego de helicópteros sobre a cidade.

Leia mais em O Globo

Tudo o que sabemos sobre:

eleições 2012; rio de janeiro; PV

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.