Folha do Estado: PTB pode apoiar Mauro Mendes em sua candidatura

Lilian Venturini

15 de junho de 2012 | 15h23

Por Folha do Estado

O pré-candidato do PSB a prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, vai se reunir com a cúpula do PTB para discutir uma possível aliança para o pleito deste ano. Na pauta do encontro, que acontecerá nos próximos dias, será debatido inclusive a possibilidade do partido de Chico Galindo indicar o vice na chapa encabeçada pelo socialista.

A partir desta reunião, Mendes sinaliza que pode até abandonar a postura oposicionista para se alinhar a situação desde que facilite seu projeto de comandar o Alencastro. O presidente estadual do PSB, deputado federal Valtenir Pereira, também participará do encontro.

Mauro Mendes, que é considerado um dos principais críticos da administração de Francisco Galindo, confirmou ter procurado o PTB para dialogar sobre as eleições de outubro. No entanto, o pré-candidato socialista afirma que o encontro não significa uma composição entre as duas siglas.

“É natural que os partidos conversem no período que antecede o registro das candidaturas. Isso não significa que PSB e PTB serão aliados nem que os trabalhistas indicarão o candidato à vice na chapa que vou encabeçar”, explica Mendes.

Caso a aliança se concretize, O PTB também não abrirá mão de indicar o candidato a vice na chapa majoritária encabeçada por Mauro Mendes. Com isso, além de buscar a conciliação com o PR e o PMDB, o pré-candidato do PSB ainda terá de administrar a relação com os trabalhistas. As opções de candidatos a vice-prefeito do PTB são os ex-secretários Sílvio Fidélis e Carlos Haddad, além do vereador Clovito Hugueney.

O presidente do diretório municipal do PTB, Dilemário Alencar, considera natural o convite de Mendes. Na sua avaliação, a vitória nas urnas passa pela aliança com os petebistas. “Eu sempre defendi que o PTB seria o grande cabo eleitoral deste ano, pois previa que a população reconheceria que a realização de diversas obras que estão sendo realizadas em Cuiabá só foi possível devido ao esforço da atual administração de recuperar em pouco tempo as finanças da prefeitura. Evidentemente, isso desperta o interesse de outros partidos em terem o PTB como aliado”, pontuou Dilemário.

Leia mais em Folha do Estado

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.