Estado de Minas: PTB escolhe candidato a prefeito de BH

Lilian Venturini

18 Junho 2012 | 10h38

Por Estado de Minas

O deputado federal Eros Biondini foi oficializado ontem como candidato do PTB à Prefeitura de Belo Horizonte, durante convenção do partido na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. O vice escolhido é o também deputado federal Stefano Aguiar (PSC), integrante da Igreja Quadrangular, formando uma chapa ecumênica com Eros, cantor da Renovação Carismática da Igreja Católica.

Apesar da oficialização de seu nome, que já era dado como certo, Eros teve uma derrota na convenção. Dois integrantes da Renovação Carismática, também cantores como o pré-candidato a prefeito, tiveram as candidaturas a vereadores rejeitadas: Cláudio Campos e Luciano Bretas. “Dizer que não lamento a exclusão deles seria mentira, mas tenho que respeitar a soberania da convenção”, afirmou Eros.

Os dois também fazem parte do movimento Comunidade Mundo Novo, que ajudou a projetar a carreira política de Eros. A rejeição veio das duas vereadoras do partido: Pricila Teixeira e Elaine Matozinhos, que é presidente municipal do partido. O temor, segundo Eros, era de que os dois conseguissem um grande número de votos, o que poderia, em tese, impedir a reeleição das vereadoras. Na coligação foram oficializados 82 candidatos a vereador, sendo 41 do PSC e 41 do PTB.

Líder da bancada católica no Congresso, Eros concorreu a vice na última eleição, tendo como cabeça de chapa Leonardo Quintão (PMDB), com que disputará o próximo pleito. Além de Quintão, o atual prefeito Marcio Lacerda (PSB) concorre à reeleição e conta com apoio que vai do PT ao PSDB. Outro nome na disputa é o do deputado estadual Délio Malheiros (PV). “Ao olhar os indicadores de aprovação e rejeição, acredito que vamos para o segundo turno”, afirma Eros, que tem como uma das principais bandeiras o combate às drogas.

Leia mais em Estado de Minas