Estado de Minas: Marcio Lacerda garante que apoio de Dilma Rousseff não define eleição

Lilian Venturini

12 de setembro de 2012 | 11h42

 

Por Estado de Minas

O prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), candidato à reeleição, diz não temer a participação da presidente Dilma Rousseff (PT) no horário eleitoral gratuito do seu principal adversário, Patrus Ananias (PT). “O eleitor de BH está muito preocupado com sua cidade. Com o que foi feito no passado recente, o que está sendo feito e o que será feito. É isso que define uma reeleição”, avalia Lacerda. Apesar de minimizar o poder de transferir votos da presidente, que estreou anteontem na propaganda petista, Lacerda não descarta usar uma gravação de Dilma dizendo que ele é “um dos melhores prefeitos do país”, feita durante visita a Belo Horizonte este ano.

“Essas imagens não vão aparecer no nosso programa nos próximos dias, mas a avaliação de pesquisas e a avaliação política é que vai definir se vamos usar ou não. A decisão neste momento é não usar”, ressaltou Lacerda. A presidente Dilma elogiou Lacerda antes da definição do quadro eleitoral em Belo Horizonte, quando o PT e o prefeito caminhavam juntos para reeditar a aliança.

As declarações de Lacerda foram feitas ontem durante caminhada no Bairro Floresta. O candidato a reeleição caminhou pelas ruas Curvelo e Itajubá, pedindo votos aos comerciantes. Lacerda destacou que uma das principais reivindicações da população do bairro, da Região Leste, é em relação à segurança. “Uma parte das 180 câmeras que estão sendo adquiridas para o Olho Vivo será instalada nessa região”, frisou Lacerda, sem precisar o número de equipamentos. “É um centro comercial muito vibrante, muito movimentado e merece um apoio melhor, uma vigilância melhor”, justificou.

O prefeito aproveitou a visita para ressaltar a importância do bairro vizinho, Santa Tereza, destacando duas mudanças em andamento no bairro. A primeira é a licitação das obras de reforma do antigo Cine Santa Tereza, na Praça Duque de Caxias, com apoio financeiro da Vale do Rio Doce. A outra modificação é a transformação do Mercado Distrital de Santa Tereza em um escola profissionalizante, com apoio do Senai. “Será também um espaço para lazer e cultura”, complementou.


Afagos e farpas
Ao analisar a participação de Dilma na campanha de Patrus Lacerda minimizou a importância do adversário. “Ele (Patrus) fez um bom trabalho de distribuição de recursos federais do Bolsa- Família no Brasil todo. Mas isso em si não o define como um bom administrador. Ele foi um grande caixa de repasse de recursos para os estados e municípios”, pontuou Lacerda, que classificou o adversário como “uma pessoa de bem”.

Lacerda explicou a sua avaliação de que o ex-ministro de Desenvolvimento e Combate à Fome tenha sido um grande caixa do Bolsa-Família, ao classificar o programa como “um grande movimento do governo Lula de distribuir recursos para as famílias que mais precisam”. O prefeito admitiu a importância do projeto. “Importante, pois aumentou a renda disponível para as famílias mais pobres. Fez com que o mercado interno crescesse. Um trabalho de distribuição de recursos de Brasília para os estados e municípios”, elogiou.

Leia mais em Estado de Minas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.