Estado de Minas: Marcio grava programa eleitoral e Patrus faz campanha nas ruas

Lilian Venturini

10 de setembro de 2012 | 11h47

Por Estado de Minas

Depois de se dedicar no sábado à campanha na mesma região de Belo Horizonte, o Barreiro, os dois principais candidatos à prefeitura da capital mineira tiveram agendas distintas ontem. Enquanto Patrus Ananias (PT) visitou feirantes no Mercado Distrital do Cruzeiro, na Região Centro-Sul, Lacerda reservou o domingo para gravar programa eleitoral e fechar o plano de governo que deve ser divulgado no fim de semana.

O tema central das gravações do socialista ontem foi a saúde, alvo de críticas do adversário petista. Durante a gestão de Lacerda a área foi comandada pelos tucanos. Parte das filmagens deve entrar no ar hoje. O prefeito vai explorar os feitos durante seu mandato e destacar que houve aumento de leitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), contratação de médicos e valorização dos profissionais. Essa é uma estratégia para contrapor as propagandas eleitorais de Patrus, que está usando a saúde para atacar a gestão do socialista ao mostrar que o setor teria ficado de lado durante os quatro anos de mandato de Lacerda.

Além de gravar para a televisão e rádio, o candidato do PSB aproveitou a tarde de ontem para discutir as propostas na área da saúde que vão entrar no seu plano de governo. O programa de Lacerda contempla metas de ações para os próximos quatro anos, mas também traz projeções para 2030, seguindo a linha que vinha adotando na sua gestão com o Plano Estratégico PBH 2030. Um exemplo é a redução da mortalidade infantil de 11,5 crianças em 1.000, tendo como referência 2010, para seis em 1.000 nos próximos 18 anos.

Algumas propostas do plano de governo para a saúde já serão divulgadas hoje pelo prefeito em encontro com médicos. Segundo a coordenadora executiva do programa de governo, Beatriz Góes, mais de 200 pessoas estão envolvidas na elaboração do plano. “Todas as propostas apresentadas ou sugeridas pela sociedade estão sendo analisadas”, afirmou.

No Cruzeiro, Patrus conversa com dona Guiomar, uma das feirantes (Euler Júnior/EM/D.A Press)
No Cruzeiro, Patrus conversa com dona Guiomar, uma das feirantes

MANIFESTO. No Mercado Distrital do Cruzeiro, na Região Centro-Sul da capital, Patrus Ananias assinou ontem manifesto com sugestões para revitalização do local. Ele visitou feirantes e conversou com moradores do bairro. O candidato petista foi recepcionado pela Associação dos Moradores do Bairro Cruzeiro (Amoreiro), que reivindica a manutenção do centro de compras, além da criação de uma praça e uma área de lazer com equipamentos de ginástica, espaço cultural, arborização e a construção de um estacionamento subterrâneo. Patrus se comprometeu a atender a demanda dos moradores, ressaltando a importância do tradicional mercado para a cidade. “Este é um espaço que faz parte do patrimônio arquitetônico, histórico e cultural de Belo Horizonte, projetado por um dos nossos maiores arquitetos, o Eólo Maia. Espaço que deve ser preservado porque já faz parte desta comunidade.”

O Mercado do Cruzeiro foi criado em 1974. Há um ano, moradores e feirantes travam uma verdadeira batalha com a Prefeitura de Belo Horizonte, que pretendia transformar o local em empreendimento com dois hotéis, lojas, restaurantes e 1,9 mil vagas de estacionamento. A resistência da população fez com que a ideia fosse abandonada e anunciada apenas a revitalização do centro de compras, que tem hoje vários espaços desocupados. O Mercado do Cruzeiro é o único que tem resistido com a mesma finalidade. O Mercado Distrital da Barroca vai dar espaço a um hospital, já em construção, e o de Santa Tereza está fechado há cinco anos.

Patrus aproveitou o clima de insatisfação para criticar o adversário socialista. Disse que existe um déficit de quartos na rede hoteleira de Belo Horizonte para a Copa de 2014 em razão das escolhas inadequadas do prefeito para a construção de novos empreendimentos. No entanto, o petista negou que tivesse aumentado o tom das críticas ao adversário. “Ao contrário do nosso adversário, eu não faço acusações pessoais. Coloco as questões no campo das ideias e das propostas. É claro que aquilo que nosso adversário não fez e está dizendo que fez nós vamos questionar, porque eu nunca vi um governante, um prefeito que chega ao fim de seu mandato prometendo tantas coisas que não fez durante o mandato.” De forma mais discreta, o prefeito Marcio Lacerda também visitou os feirantes do Mercado do Cruzeiro, na tarde de sábado. Ele almoçou no local e, assim como Patrus, ouviu reivindicações dos moradores.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) determinou ontem a proibição da exibição da propaganda eleitoral de Lacerda, em inserção de 15 segundos no rádio, que divulgava os índices atingidos pelo candidato nas pesquisas de intenção de voto. Segundo o juiz Octavio de Almeida Neves, a inserção não traz informação clara do período de realização nem a margem de erro das pesquisas, violando o artigo 15 da Resolução TSE 23.364/2011.

Leia mais em Estado de Minas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.