Estado de Minas: Lacerda terá apoio de peso na reta final da campanha

Lilian Venturini

25 de setembro de 2012 | 15h39

Por Estado de Minas

A presença do senador Aécio Neves (PSDB) e do governador Antonio Anastasia (PSDB) passará a ser mais constante na campanha do prefeito de Belo Horizonte e candidato à reeleição, Marcio Lacerda (PSB), nas próximas duas semanas. Os dois principais padrinhos políticos do socialista vão participar de diversas  atividades, no esforço por mais votos na reta final da corrida pela prefeitura, segundo o presidente municipal do PSB, João Marcos Lobo. “Não temos as datas fechadas ainda, mas já conversamos e está certo que eles estarão mais presentes”, informa Lobo. Mas, já no horário gratuito na TV ontem à noite, Lacerda, Aécio e Anastasia discutem problemas e soluções para a cidade, com imagens intercalando a conversa dos três, que fecham o programa com as mãos unidas.

“Estamos o tempo todo mobilizando a militância para ela trabalhar, pedir voto. Ainda temos muito trabalho, muita conversa e muito convencimento (para fazer)”, afirmou o prefeito no seu comitê de campanha. O presidente do PSB sustenta que a campanha vai seguir no mesmo ritmo e com a mesma estratégia, apostando na divulgação de propostas nos programas eleitorais gratuitos de televisão e de rádio e aproveitando os debates televisivos da última semana. Em relação ao panfleto da campanha do adversário Patrus Ananias (PT), divulgado ontem, com frases atribuídas a Lacerda, o prefeito disse que está sendo atacado de várias maneiras, mas que não vai responder e não vai “baixar o nível”. Ele afirmou que a população está atenta ao que de fato foi feito de concreto em sua gestão e assegurou: “Em uma reta final de campanha tudo pode acontecer, a baixaria pode aumentar, mas não da nossa parte”.

Lacerda recebeu ontem em seu comitê o apoio de representantes de autoescolas e prometeu que vai tentar facilitar o caminho de jovens carentes para tirar carteira de motorista, buscando parceria com o governo do estado. “Nosso investimento em segurança e educação no trânsito aumentou mais de 100% nesta gestão”, afirmou. O candidato anunciou que a prefeitura está modernizando o controle de semáforos  e o gerenciamento de ônibus e disse também que serão instaladas mais 600 câmeras de vigilância na cidade integradas ao programa Olho Vivo.

O candidato a vice-prefeito Délio Malheiros (PV) ressaltou a importância do papel das autoescolas para garantir a educação dos futuros motoristas. Ele reclamou do desvio das verbas do seguro obrigatório, o Dpvat, que deveriam ser destinadas à educação no trânsito. “Talvez se o governo federal investisse esses R$ 300 milhões em campanhas educativas, não aconteceria essa carnificina que dizima 34 mil vidas por ano”, disse Délio.

Leia mais em Estado de Minas

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.