Estado de Minas: Coordenação de Lacerda quer intensificar campanha

Lilian Venturini

26 de julho de 2012 | 09h18

Por Estado de Minas

A campanha de Marcio Lacerda (PSB) à reeleição vai despejar nos candidatos a vereador do partido e de legendas coligadas a responsabilidade pela defesa do candidato e de suas propostas pelo menos na fase inicial da disputa. Os coordenadores do comitê do prefeito querem os cerca de 800 concorrentes aliados que brigam por vaga no Poder Legislativo municipal nas ruas pedindo votos para o prefeito. O “exército”, como definiu o presidente estadual do PSDB, deputado federal Marcus Pestana, um dos comandantes da campanha de Lacerda, deverá ter o material de divulgação do candidato à disposição na próxima semana.

A avaliação é de que os candidatos a vereador são os mais preparados para a campanha pelo contato mais constante e direto com a comunidade. “Precisamos de capilaridade, de gente falando bem de Lacerda nos bares, nas mercearias, nos táxis, e os concorrentes a vagas na Câmara são preciosos nesse trabalho”, argumenta o presidente do PSDB em Minas.

O trabalho dos candidatos no apoio a Lacerda será mais intensificado pelo menos até o início do horário eleitoral gratuito em rádio e televisão, em 21 de agosto. A partir dessa data, a campanha de Lacerda pretende dar maior ênfase à divulgação por esses dois canais de comunicação. A internet, conforme Pestana, deverá ter lugar secundário. “As disputas majoritárias em cidades de grande porte têm como centro a televisão, apesar da importância da internet”, avaliou Pestana. O deputado acredita ainda que as Olimpíadas vão atrasar a escolha que os eleitores vão fazer em outubro. Os jogos começam amanhã e vão até 12 de agosto.

Lacerda comemorou na manhã de ontem a parceria público-privada (PPP) firmada entre a prefeitura e a Construtora Odebrecht para a construção de cinco escolas municipais de ensino fundamental e de 30 unidades municipais de ensino infantil, além da reforma de outras duas. O contrato, no valor de R$ 190 milhões, garante à empresa a exploração de todos os serviços relacionados às escolas durante 20 anos, com exceção das atividades pedagógicas e do fornecimento de merenda.

O vice na chapa de Lacerda, Délio Malheiros (PV), participou de caminhada no início da tarde no Bairro Itapoã, na Região Norte da capital. O prefeito cancelou sua participação no ato de campanha para acompanhar um acidente nas obras do Boulevard Arrudas, onde um caminhão virou.

PSD. Sobre a decisão da Executiva Nacional do PSD de apoiar a candidatura de Patrus e o imbróglio que segue no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) em torno do destino do partido do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, Marcio Lacerda se disse tranquilo e comentou que sua coligação terá um bom tempo de televisão mesmo se PSD não permanecer no grupo de aliados.

Para Marcus Pestana, o prefeito de São Paulo transformou o PSD em uma “biruta de aeroporto” na definição das alianças para a disputa municipal e “paga pedágio” em Belo Horizonte para agradar à presidente Dilma Rousseff. Segundo o tucano, Kassab tenta compensar na capital mineira o desgaste com o PT provocado na disputa pela Prefeitura de São Paulo, onde está coligado com o PSDB. Na avaliação de Pestana, a movimentação dele é de tentar dar gás para um projeto pessoal que seria virar ministro quando deixar o cargo.

Leia mais em Estado de Minas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.