Estado de Minas: Adversários de Lacerda se articulam para chegar ao segundo turno das disputas

Redação

07 Junho 2012 | 18h41

Por Estado de Minas

Os adversários de Marcio Lacerda também não definiram a escalação do time que vai enfrentar o prefeito. Mas uma coisa é certa: O que não falta é gente para entrar em campo. O objetivo é um só. Levar a disputa para o segundo turno. Ao menos até o momento, três partidos garantiram o lançamento de candidatos para tentar derrotar o prefeito em outubro: PMDB, PV e PTB.

No PMDB, o pré-candidato é o deputado federal Leonardo Quintão, derrotado por Lacerda no segundo turno da disputa pela prefeitura em 2008. Confirmada a entrada na briga, será o concorrente com mais tempo de televisão. O partido mantém articulações para a indicação do vice, mas a tendência é que a vaga seja entregue ao PR.

Gilberto Kassab se encontra com o Marcio Lacerda em BH O partido chegou a cogitar ainda o lançamento do deputado estadual Sávio Souza Cruz na corrida. Mas a tendência é de que o senador Aécio Neves (PSDB) vá até o fim do mundo para evitar que o parlamentar entre na disputa. Souza Cruz é um dos mais mais ferozes críticos dos governos do PSDB em Minas e poderia fazer um estrago incalculável com o tempo que teria na televisão.

Colega de parlamento do peemedebista na Assembleia, outro pré-candidato, Délio Malheiros (PV), tem como cartão de visitas a atuação como advogado na área do direito do consumidor, que em Belo Horizonte já contribuiu para a vitória nas urnas de outros candidatos. No Poder Legislativo estadual, uma das cadeiras já foi ocupada por Lúcia Pacífico, a coordenadora do Movimento das Donas de Casa. Na Câmara de Belo Horizonte, a atuação na área valeu a eleição de Maria Lúcia Scarpelli (PCdoB).

Ontem, Délio Malheiros anunciou o aumento no número de integrantes na Executiva municipal do PV. Os novos participantes do comando da legenda em Belo Horizonte são ligados a sindicatos e entidades de classe e, conforme Malheiros, têm compromisso com sua pré-candidatura.

 Continue lendo no Estado de Minas.