Diário de Pernambuco: Para candidato do PSB, eleitor do Recife precisa de “paz política”

Lilian Venturini

04 de julho de 2012 | 10h39

Por Diário de Pernambuco

O candidato do PSB à prefeitura do Recife, o ex-secretário estadual Geraldo Júlio, começa a desenhar seu perfil político. Conhecido pela atuação nos bastidores, o socialista está levantando a bandeira da “paz política”, que, segundo ele, é o maior desejo do eleitor da capital pernambucana. Em entrevista nesta manhã ao programa Super Show, da Rádio Clube 720 AM, o candidato escolhido pelo grupo do governador Eduardo Campos tentou distanciar a gestão do PT na cidade ao seu partido, que hoje ocupa o cargo de vice do prefeito João da Costa com o socialista Milton Coelho.

“Quem governa a cidade é o PT e por 12 anos. O PSB governa o estado, em seu segundo mandato. Temos um modelo de gestão que ouve as pessoas, escuta as pessoas, é o que a gente sabe fazer”, declarou, quando perguntado se haveria alguma dificuldade em criticar a gestão do prefeito petista João da Costa durante a campanha.

O candidato, porém, ponderou que o PSB continua marchando com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) e que sua candidatura nasceu de fatores locais. “Votamos em Lula e somos aliados da presidente Dilma. Estamos tratando isso como uma questão local (eleições no Recife). Não queremos alimentar intrigas ou brigas. Um time em que os jogadores não se entendem não fura gol. O Recife precisa da paz política”, declarou.

Participação de Jarbas na campanha

Com o apoio de 13 partidos e levando praticamente todos os partidos que formam a Frente Popular, a candidatura de Geraldo Júlio poderá ganhar um reforço de peso. Segundo informações do Diario de Pernambuco desta quarta-feira, os socialista estariam articulando a participação do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) na campanha de Geraldo. Conversas de bastidores garantem que o apoio dos peemedebistas ao PSB pode fragilizar ainda mais as relações do partido com o PT local.

“A gente está unindo as pessoas. Estamos conseguindo canalizar o apoio de várias lideranças importantes, como a do senador Armando Monteiro (PTB) e do deputado Raul Henry (PMDB)”, disse, em tom cordial. Segundo Geraldo, o PSB espera um “gesto” de Jarbas, que seria a gravação de apoio do senador à sua campanha no guia eleitoral. “Foi um grande prefeito do Recife, um grande governador”, elogiou o antigo adversário.

Leia mais em Diário de Pernambuco

Tudo o que sabemos sobre:

eleições 2012PernambucoPSBrecife

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.