Diário de Pernambuco: Mendonça é o mais rico e Humberto teve maior evolução patrimonial

Lilian Venturini

16 de julho de 2012 | 11h04

Por Diário de Pernambuco

Entre os candidatos a prefeito do Recife que alegaram dispor de bens materiais no pleito deste ano, o deputado federal Mendonça Filho (DEM) é o mais rico. Ele declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 1,6 milhão. Uma evolução de 14% em relação a 2010, quando concorreu para um cargo na Câmara dos Deputados. Na época, ele declarou patrimônio de R$ 1,4 milhão.

A maior evolução patrimonial, no entanto, foi do senador Humberto Costa (PT), que declarou, em 2010, durante a disputa para o Senado, um patrimônio de R$ 381,6 mil. Hoje, segundo as informações prestadas, os bens do parlamentar somam R$ 648,8 mil. Isso representa um crescimento de 70%.

O deputado estadual Daniel Coelho (PSDB) vem  em seguida, com evolução patrimonial de R$ 583,4 mil para R$ 761,5 mil. O patrimônio declarado pelo candidato socialista Geraldo Julio foi de R$ 721 mil, no entanto, não é possível fazer comparativos porque ele não disputou eleições anteriormente. Roberto Numeriano (PCB), Edna Costa (PPL), Jair Pedro (PSTU) e Esteves Jacinto (PRTB) não declararam nenhum patrimônio.

Leia mais em Diário de Pernambuco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.