Diário de Pernambuco: Candidatos a prefeito do Recife prestam contas de gastos

Lilian Venturini

07 de agosto de 2012 | 11h14

Por Diário de Pernambuco

O candidato do PSB à Prefeitura do Recife, Geraldo Julio, arrecadou, até o momento, o maior volume de recursos para campanha eleitoral. Foram R$ 1.586.000, sendo a maior parte, isto é, R$ 1.036.000, oriunda do próprio partido. O petista Humberto Costa aparece em segundo com R$ 600 mil doados, unicamente, por pessoas físicas e jurídicas. Os números fazem parte da primeira parcial da prestação de contas entregue nesta segunda-feira (6) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Apesar da diferença entre o recebido por ambos ser grande, eles gastaram valores muito parecidos. O petista já usou R$ 510 mil e o socialista, R$ 674 mil. Nos relatórios é discriminado para onde foi a verba usada. Enquanto Humberto Costa concentrou as despesas na produção dos programas de rádio e TV, Geraldo Julio empregou o dinheiro, principalmente, em correspondências e despesas postais, em publicidade e no pagamento de serviços prestados por terceiros.

Na primeira parcial das prestações de contas dos candidatos, Mendonça Filho (DEM) aparece em terceiro lugar entre os que mais gastaram dinheiro com a campanha. Ele declarou despesas de R$ 423.218. Somente com locomoção, cessão ou locação de veículos foram R$ 140 mil. Para a produção dos programas de rádio e TV, Mendonça destinou R$ 90 mil. Ele, ainda, desembolsou R$ 27 mil para doações financeiras a outros candidatos. Conforme o site, foram depositadas na conta da campanha dele R$ 600 mil.

Dos concorrentes à Prefeitura do Recife, Daniel Coelho (PSDB) foi o único que depositou recursos próprio na campanha. Foram R$ 100 mil. O restante dos R$ 335 mil arrecadados até agora por ele provêm de doações de empresas e de recursos do partido. Ele aparece em quarto lugar na lista dos gastadores, com R$ 104 mil desembolsados. O dinheiro foi fracionado entre vários itens e o maior gasto, R$ 22 mil, foi com pesquisas e testes eleitorais.

Zerados 

Três candidatos a prefeito do Recife não declararam nenhum recebimento e nenhum gasto com campanha até este momento. São eles Jair Pedro (PSTU), Esteves Jacinto (PRTB) e Edna Costa (PPL). A primeira parcial da prestação de contas do candidato Roberto Numeriano (PCB) não constava no site do TSE.

Leia mais em Diário de Pernambuco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.