Em Brasília, deputados distritais são reprovados em índice de transparência

Daniel Bramatti

06 de setembro de 2012 | 11h51

 

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) de Brasília, um dos impulsionadores do projeto Adote um Distrital, criou uma ótima ferramenta para medir a transparência das atividades dos deputados distritais (que são o equivalente aos deputados “estaduais” do Distrito Federal).

Trata-se do Índice de Transparência Parlamentar, que avalia 32 quesitos nos sites dos deputados, entre eles prestação de contas de verbas de gabinete e verbas indenizatórias, lista de emendas ao orçamento e suas justificativas  e até indicações para ocupação de cargos no Executivo.

A má notícia é que os parlamentares não passaram no teste, mesmo tendo acesso prévio à metodologia e tempo para adaptar seus sites: em uma escala de zero a dez, tiveram, em média, nota 2,5. O ranking e os detalhes do índice pode ser vistos em http://adoteumdistrital.com.br/_adote_vis.php?acao=visualizarnoticias&id_noticias=4.

Seria interessante se outras ONGs ou cidadãos aplicassem a mesma metodologia em outros Estados, o que permitiria o estabelecimento de um ranking estadual de transparência. Alguém se habilita?

(Daniel Bramatti)

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

accountabilitytransparência

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.