Velho demais?

Estadão

28 de fevereiro de 2008 | 19h50

Tudo indica que Barack Obama será, mesmo, o indicado do partido Democrata, salvo algum milagre new-hampshiriano de última hora. Portanto, teremos John McCain, que seria o presidente americano mais velho ao assumir (72 anos), contra Obama, que seria um dos mais jovens (47 anos).

O que abre uma discussão interessante – já foi questionado se os eleitores teriam preconceito contra um presidente negro (aparentemente não), uma presidente mulher (também não). E um presidente mais velho? Descartados pruridos politicamente corretos, o que dizer de um presidente que teria 80 anos no final de seu segundo mandato?

Podemos citar o caso de Konrad Adenauer, que se tornou chanceler da então Alemnha ocidental aos 73 anos, em 1949, e governou até se aposentar, com 87 anos. Fez um excelente governo.
Winston Churchill tornou-se primeiro-ministro pela segunda vez em 1951, aos 76 anos, e governou até completar 80.

Já para Bob Dole a questão da idade pesou, quando ele disputou a presidência com Bill Clinton, em 1996 (que já tinha a vantagem de ser o titular).O herói da Segunda Guerra Mundial Dole tinha 73 anos e era visto como “muito velho” por grande parte dos eleitores.

Mas podemos olhar por outro prisma – devemos ter preconceito contra Obama por ele ter apenas 47 anos? Será que ele é muito cru para ser presidente?

Ou seja, voltamos à dicotomia básica desta eleição – experiência versus mudança.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.