Skatistas e dedetizadores ganham com a crise

Estadão

30 de dezembro de 2008 | 09h58

Dizer que toda crise traz oportunidade é um clichê dos mais gastos. Mas é verdadeiro, skatistas e dedetizadores que o digam.

Na Flórida, aumentou exponencialmente a demanda por dedetização. O estado é uma das maiores vítimas da crise imobiliária. Em alguns bairros, proliferam casas abandonas, que tiveram as hipotecas executadas. Os donos dessas casas deixam para trás piscinas abandonadas, que se transformam em criadouros para mosquitos e outras pestes – daí a dedetização em alta.

Outros vencedores inusitados dessa crise imobiliária são os skatistas. Na Califórnia, outro estado que é grande vítima da epidemia de execuções de hipoteca, os skatistas estão fazendo a festa nas piscinas abandonadas, que eles transformam em half-pipes radicais.
Segundo o The New York Times, tem gente vindo da Alemanha para fazer skate nas piscinas vazias californianas.

(Queridos leitores:

Peço desculpas pela ausência prolongada, mas é que estou de férias.)