O mais cobiçado dos superdelegados

Estadão

23 de março de 2008 | 10h53

Não adiantou Bill Clinton ir até o Novo México para assistir o Super Bowl. Depois de muito suspense, o governador Bill Richardson, o mais cobiçado dos superdelegados, anunciou seu apoio a Barack Obama. Richardson é o único governador hispânico dos Estados Unidos e tem altíssima popularidade entre os latinos. Obama espera que o apoio de Richardson ajude a superar um pouco da rivalidade histórica entre os “black” e os “brown”, como são chamados os hispanos. Hillary ainda ganha com folga os votos latinos.

Além disso, Richardson começa a puxar o coro de união dos democratas, que sutilmente pede para Hillary desistir para que o partido possa se unir em torno de Obama. A lógica é que a ex primeira dama nunca vai alcançar Obama em número de delegados eleitos, e que os superdelegados dificilmente irão contra o voto popular. Portanto, o quanto antes Hillary desistir, melhor, para o partido suspender sua luta autofágica e começar a trabalhar contra os republicanos.

PS – Caros leitores

Ficarei fora do blog durante duas semanas. Estou indo para o Brasil para lançar um livro sobre a Índia – “Índia, da miséria à potência”, pela editora Planeta. Volto dia 9 de abril em plena reunião do FMI, que neste ano certamente vai se ocupar muito da turbulência financeira. Espero vê-los de novo dia 9 de abril!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: