O cúmulo da produtividade

Estadão

23 de agosto de 2006 | 20h28

Vai ser difícil mesmo competir com essa produtividade chinesa. Segundo informação do jornal China Daily,uma fábrica de eletrodomésticos da província chinesa de Cantão está “multando” seus empregados em 5 yuans (US$ 0,60) por irem ao banheiro no horário de trabalho. A fábrica adotou esta semana a nova norma que impede seus operários de usar os banheiros enquanto trabalham. A medida obviamente irritou os trabalhadores.
Segundo a agência de notícias EFE, um operário identificado apenas pelo sobrenome Tan disse que os diretores comunicaram que, a partir de agora, os empregados só poderão usar os banheiros nas horas de descanso, “salvo em caso de emergência”. (só para quem está com dor de barriga?)
A companhia alega que a medida foi tomada para evitar que seus empregados fiquem passeando durante o expediente. O próximo passo é exigir que os operários trabalhem de fralda…

(Com agradecimentos a Maria Carolina Abe)