Manual de etiqueta para as Olimpíadas

Estadão

03 de agosto de 2008 | 20h21

A prefeitura de Pequim distribuiu 4,3 milhões de cópias de um manual de boas maneiras, para ensinar os chineses a receberem bem os turistas. Entre as recomendações, o manual proíbe o uso de meias brancas com sapatos pretos e pijamas e chinelos em lugares públicos (?!). A multa para quem é pego cuspindo em público subiu para 50 yuan (US$ 7,33). (Boa notícia, porque andar na China sem levar uma cusparada no pé é quase um milagre, eu levei várias). Outra recomendação curiosa, segundo informa o The Wall Street Journal, refere-se ao uso civilizado de elevadores – “deixe as pessoas saírem do elevador antes de entrar”. Parece óbvio, mas não é. Qualquer pessoa que já levou uma cotovelada ou foi empurrada saindo de um edifício ou elevador na China pode atestar. Não sei se o manual menciona alguma coisa sobre comer de boca aberta.

Certa ocasião, fizeram um manual para lidar com turistas brasileiros na Disney World, a.k.a vândalos, segundo o livreto. O manual informava que os turistas brasileiros tinham mania de jogar lixo pela janela e absorvente íntimo na privada, além de falar muito alto.

Podiam fazer um manual para americanos – não é de bom tom cuspir ou arrotar. Sim, aqui eles também cospem na rua. E arrotam – logo dizem “excuse me”, como se isso fosse passe livre para sair arrotando. Mas há que se dizer que os americanos no geral são muito simpáticos e solícitos (OK, com exceção de Nova York). As pessoas sempre cumprimentam na rua e se oferecem para ajudar. Se você tiver um cachorro então, todo mundo para para falar com você. Quanto mais para o sul dos EUA, masi simpáticos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.