Manteiga Sancor e o país mais caro do mundo

Estadão

27 Julho 2010 | 17h54

Outro dia saiu uma reportagem mostrando que, segundo o índice Big Mac da revista Economist, o real é a quarta moeda mais valorizada do mundo, só perdemos para Noruega, Suécia e Suíça. Com o dinheiro que pagamos por um Big Mac aqui, dá para comprar dois na Argentina.
A ficha caiu mais ainda quando uma amiga minha portuguesa, que está aqui de visita, foi ao supermercado.
Ela voltou de lá com uma manteiga Sancor, argentina.
– Por que você comprou manteiga argentina?
– Porque era a mais barata.
Pano rápido para a manchete de cadernos de economia de hoje. O déficit em conta corrente do
do país no primeiro semestre chegou a US$ 23,76 bilhões, equivalente ao déficit de todo o ano de 2009, que somou US$ 24,302 bilhões. No mês passado, pelos dados divulgados ontem pelo Banco Central, o saldo da entrada e saída de recursos na conta corrente ficou negativo em US$ 5,18 bilhões, o pior junho da série iniciada em 1947.
Não está na hora de ficar nervoso?