Heathrow em tempos de guerra

Estadão

27 de agosto de 2006 | 03h44

Nos Estados Unidos, sete vôos foram desviados ou tiveram de pousar por suspeitas de atentados terroristas. Em Londres, o cenário também é de guerra.
A caminho de Delhi, onde estou agora, fiz conexão em Heathrow. O clima no aeroporto de Londres é surreal. Enfrentei uma fila de três horas para ter minha bagagem de mão minuciosamente revistada. Na fila comigo,de pé durante três longas horas, uma mulher grávida de sete meses e outra com quatro filhos pequenos.

Muita gente perdeu o vôo porque teve de despachar a mala de mão. O pessoal da segurança estava irredutível – se a mala não encaixasse no molde da British Airways, não adiantava chorar….no molde, cabia uma mala de lap top pequena, sem nada dentro (tive de dar adeus para minha revista Vanity Fair)….o menino que estava na minha frente esperneou, esperneou, mas não teve jeito – mandaram-no despachar seu violão. Nessas, ele e sua mãe perderam o vôo para Genebra.

Ao lado dos aparelhos de raio X, sacolas enormes cheias de hidratantes, chocolate, bolacha, garrafa de água, batons, rímeis…perdi só um protetor solar, estou no lucro…o australiano da minha frente deixou dois livros…

Tendências: