Fortaleza Washington se prepara para a posse de Barack Obama

Estadão

17 de janeiro de 2009 | 20h33

Hoje de manhã, quando saí para fazer uma matéria sob -11 graus centígrados, cruzei com uma senhora super simpática na rua. Ela estava segurando duas cartas e dava risada, falando com o policial na esquina.

“Já andei dez quarteirões e não encontrei nenhuma caixa de correio, elas sumiram”, dizia a senhora.

“É medida de segurança, mandaram tirar todas as caixas de correio da área”, respondeu o policial.

À espera da grande festa da posse de Barack Obama, Washington está de pernas para o ar. As medidas de segurança são incríveis. Desde ontem, meu Blackberry não funciona. Liguei na assistência técnica e fui informada de que havia um problema de cobertura. Fui na loja da operadora, T-Mobile, e o funcionário me explicou: cortaram sinal de celular perto do FBI, Capitólio e Casa Branca.

No dia 20, quando a cerimônia se realiza na frente do Capitólio, várias pontes para a cidade vão estar fechadas. Muita gente está levando um colchãozinho para dormir no escritório, como os funcionários do Washington Post, com medo de não conseguir chegar no trabalho.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.