A tigela de espaguete está crescendo….

Estadão

22 de agosto de 2006 | 19h40

A tigela de espaguete não pára de crescer, como diria o economista indiano Jagdish Bhagwati, referindo-se à proliferação dos acordos bilaterais de comércio. E o Brasil está cada vez mais por fora.


O Chile assinou ontem um tratado de livre comércio (TLC) com a China. O país já tem acordos com os Estados Unidos, Nova Zelândia, Cingapura, Brunei,Coréia e Panamá (além de ser sócio do Mercosul). E negocia com Japão, Tailândia, Malásia, Colômbia,Peru e Equador.

Pelo acordo, o Chile se compromete a desonerar imediatamente 50% dos produtos chineses; outros 21% em um prazo de cinco anos e 26% em 10 anos.

Se já estava difícil competir com os produtos chineses no nosso continente (estamos perdendo espaço até no mercado cativo argentino), imagine agora no Chile, com muitas exportações made in China entrando com tarifa zero?