A mente de um republicano médio

Estadão

20 de outubro de 2006 | 20h22

Jim sentou do meu lado no vôo entre Sao Paulo e Washington. Jim é branco, tem olhos azuis, é empresário, vive no estado da Virginia. Ele é um eleitor registrado. Republicano, votou em George W Bush duas vezes.
E Jim está preocupado. “Precisamos sair do Iraque logo. O quanto antes.”
Jim apoiou a invasão do Iraque. Mas ele acha que é um erro manter essa guerra, porque ela se “vietnamizou”. “Precisamos defender o nosso país, e não ficar perdendo soldados lá. E, de mais a mais, se matarmos Bin Laden, a Al Qaeda vai formar novos bin Laden”. Portanto, Jim acredita que os EUA devem sair imediatamente do Iraque, deixar a bagunça iraquiana para alguém arrumar, e investir todo o dinheiro de defesa para proteger as fronteiras americanas. “Precisamos manter esses imigrantes fora daqui. Eles é que trazem a insegurança. E, além do mais, eu pago impostos e assistência de saúde para que eles se aproveitem.” Jim apóia o “muro da vergonha” entre México e EUA.
Você apoiaria Bush se ele resolvesse invadir a Coréia do Norte?
Bom, se a Coréia do Norte jogar uma bomba no Japão, nós seremos obrigados a invadir o país, resigna-se.

Tendências: