Xilogravura de Ciro encanta o Brasil

Xilogravura de Ciro encanta o Brasil

Com quase 80 anos, artista plástico sertanejo conta no Dois Dedos De Prosa como aprendeu a fazer arte para capas de folhetos de cordel de sua origem no Rio, onde seduziu o Brasil na TV comercial

José Nêumanne

14 de novembro de 2021 | 13h59

1 – Com quase 80 anos, #cirofernandes levou a beleza de sua arte em capas de folhetos de cordel do sertão à tela de programa na televisão comercial. 2 – Em #2dedosdeprosa, o artista conta caso de tias que enfrentaram o bando de Lampião, retratado em xilogravuras, cuja técnica aprendeu no Rio. 3 – Nascido no sertão da Paraíba, pintou bois em açougues em S. Paulo, foi diretor de arte em agência no Rio e vendeu xilos na Feira de São Criatóvão. #joseneumannepinto. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade vai nos salvar.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.