As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Voto a favor do traficante vencido

Novo decano do STF continuou isolado em mais uma decisão que beneficia chefões do crime organizado com liberdade, mas sem reprimenda dos colegas voltará a fazê-lo enquanto não se aposentar

José Nêumanne

15 de outubro de 2020 | 11h16

 

Os seis ministros do STF que votaram na primeira sessão de julgamento aprovaram o cancelamento por Fux do habeas corpus do novo decano, mas este continuará aprontando enquanto não se aposentar. Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

A maioria dos ministros do STF (6 a 0) seguiu na primeira sessão na quarta-feira 14 de outubro a decisão de seu presidente, Luiz Fux, e manteve a prisão preventiva de André do Rap, que fugiu após a soltura permitida pelo ministro Marco Aurélio Mello, agora decano, que lhe concedeu liminar . Ainda faltam cinco votos, em sessão retomada no dia seguinte. Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Dias Toffoli votaram no sentido de que o narcotraficante internacional não deveria ter sido solto,  concordando com a suspensão da liminar dada, mas cuidaram de mandar um recado para Fux: presidentes do tribunal não devem cassar decisões de colegas, a não ser em situações excepcionais, como é o caso. Memes nas redes sociais mudam o apelido do decano de “voto vencido” para “Narco” Aurélio.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

Assuntos para comentário da quinta-feira 15 de outubro de 2020:

1 – Haisem – STF forma maioria a favor da prisão de traficante – Este é o título de uma chamada publicada no alto da primeira página da edição impressa do Estadão de hoje. Que conseqüências práticas você espera desta decisão majoritária do plenário da mais alta corte de nossa justiça a respeito do habeas corpus dado por seu novo decano, Marco Aurélio Mello

2 – Carolina – Para experts, elogios a Bolsonaro de TV violam Carta – Esta é outra chamada no alto da primeira página de nosso jornal. O que você tem a dizer sobre esta conclusão de especialistas, que apontam mais um crime cometido pelo presidente da República e como você acha que lidará com as propostas de impeachment do presidente no Congresso Nacional

3 – Haisem – Que auspícios você enxerga na ação de improbidade administrativa movida pela força-tarefa da Operação Lava Jato na justiça federal de Brasília, contra Luiz Roberto Ortiz Nascimento, acionista da empreiteira Camargo Corrêa

4 – Carolina – O que você tem a comentar sobre a operação deflagrada ontem pela Polícia Federal para investigar desvios em aplicação de recursos de combate ao coronavírus envolvendo parlamentares e apreendeu dinheiro vivo dentro da cueca do vice-líder do governo Bolsonaro no Senado, Chico Rodrigues, do DEM de Roraima

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: