Viva Mandetta!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Viva Mandetta!

No dia em que OMS, afinal, definiu disseminação do novo coronavírus como pandemia, bolsas, inclusive a de São Paulo, desabaram e ministro da Saúde do Brasil provou que tinha razão e país prepara-se para enfrentá-lo

José Nêumanne

12 de março de 2020 | 11h59

Mandetta viu,, enfim, OMS decretar pandemia do coronavírus quando estava no Congresso pedindo R$ 5 bilhões enquanto congressistas se doavam R$ 29 bilhões. Foto Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Avaliamos que a covid-19 pode ser caracterizada como uma pandemia”, declarou na quarta-feira 11 de março de 2020, o diretor da Organização Mundial de Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus. Com isso, ficou provado que o ministro da Saúde do Brasil, Luiz Henrique Mandetta, tinha razão quando exigia a decretação urgente de pandemia pela OMS, o que foi feito com atraso, apesar das explicações dadas pelo executivo em entrevista coletiva. São cada vez mais válidas as recomendações do poeta Jorge Cunha Lima num grupo de WhatsApp: “Nada de contato físico, apertos de mãos e beijos, coloque a mão sobre o coração e basta, antes que o vírus nos separe”.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário na quinta-feira 12 de março de 2020

1 – Haisem – Organização Mundial da Saúde declara pandemia por coronavírus – diz manchete do Estadão de hoje. Em que essa decisão pode alterar a rotina na vida das pessoas comuns

2 – Carolina – Mandetta prevê 5 meses “duros” e diz que “Rio agüenta pouco” – é outro título de chamada de primeira página de nosso jornal hoje a respeito da pandemia. A que conclusões você acha que podemos chegar sobre a capacidade de nossa saúde pública segurar a barra nesta crise

SONORA MANDETTA 1203

3 – Haisem – Medo volta ao mercado, Bolsa cai 7,6% e dólar vai a R$ 4,72 – é outro título no alto da primeira página do Estadão. Você acha que o mercado é um termômetro confiável para prever o funcionamento da economia enquanto não houver uma previsão mais segura sobre o coronavírus

4 – Carolina – Congresso amplia benefício e governo vê teto de gastos em risco – Eis outro título de primeira página. O que revela esta nova crise entre Executivo e Legislativo, que parecia resolvida no Brasil, mas agora está provado que estamos longe disso

5 – Haisem – Avança o projeto que dá15 bilhões de reais a parlamentares – Que conseqüências terá esta nova atitude ousada da elite política dirigente no Brasil em meio ao clima desfavorável em relação à saúde

6 – Carolina – Diante de tudo o que está acontecendo no Brasil e no mundo, você acha que as manifestações de rua marcadas para domingo 15 de março devem ser mantidas ou canceladas

7 – Haisem – Suspensa investigação sobre Flávio Bolsonaro – revela chamada de primeira página do Estadão. O que pode justificar esse vaivém em relação ao inquérito sobre a “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro protagonizada pelo hoje senador primogênito do presidente Jair Bolsonaro

8 – Carolina – Em que a notícia dada na editoria Política do Estadão dando conta que inquérito sobre Lulinha sai de Curitiba influencia no desempenho da Lava Jato justamente no instante em que o balanço dos seis anos é divulgado pela força-tarefa da Operação Lava Jato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.