Vergonha alheia por Lorenzoni
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vergonha alheia por Lorenzoni

O Lorenzoni, que, ao responder sobre relatório do Coaf sobre ex-assessor de Flávio Bolsonari, reclamou de omissão do órgão de controle, é o mesmo que agradeceu pela ajuda deste nos princípios do mensalão?

José Nêumanne

11 Dezembro 2018 | 11h55

Onyx Lorenzoni é uma flor de pessoa quando vai encontrar o futuro chefe, Bolsonaro, mas rosna para quem ameaça paz dele. Foto: Adriano Machado/Reuters

Esta noite, vendo TV, tive vergonha alheia por Lorenzoni, futuro chefe da Casa Civil, que num arroubo para agradar seu público, que reclama da omissão da Coaf, que agora flagrou movimentação financeira atípica de ex-assessor de Flávio Bolsonaro, mas antes teria deixado de lado os filhos de Lula. Mas, à época em que pertencia à CPI dos Correios, agradeceu publicamente ao Coaf por ter feito exatamente o contrário do que ele afirmou. Contra fatos não há argumentos! Se gostar deste vídeo, dê um like, inscreva-se no meu canal e clique no sininho para que seja  avisado dos próximos que gravar e publicar; e me encontre diariamente no Blog do Nêumanne, Política, Estadão (https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/) e no meu site Estação Nêumanne (www.neumanne.com); e de segunda a sexta feiras, às 6 h, no Estadão Notícias do Portal do Estadão e, às 7h30m, no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 (eldorado@estadao.com.net); e esporadicamente no Estadão às 5, aqui mesmo no YouTube. Direto ao assunto. Inté. E Deus é mais!

Para ver o vídeo do Youtube clique no play no meio da imagem abaixo: