Um procurador chamado Marx
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um procurador chamado Marx

Marx exige R$ 1 bilhão de Joesley por negócios escusos com BNDES no reinado do PT

José Nêumanne

15 Agosto 2017 | 16h45

Procurador Marx denunciou dribles de Joesley na cúpula do Estado brasileiro. Foto: Divulgação

O Podcast Comentaristas do Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na terça-feira 15 de agosto de 2017 teve início com meu Direto ao Assunto chamando a atenção para o “migué” de Joesley Batista que entregou Temer para se livrar de pagar R$ 1 bilhão de multa, segundo um procurador chamado Marx, logo quem; a mania de Temer pelo escurinho do Jaburu; o salve-se quem puder que os deputados chamam de reforma política; e o juiz que embolsou meio milhão na boa. Eliane Cantenhêde também contou que Joesley e Wesley Batista, da J&F, estão na mira do procurador Ivan Marx, mais um a ameaçar o acordo de delação super camarada dos bambas do abate; e que as forças políticas vão tomando partido para 2018 e o candidato do PSDB é quem lucra, mas quem será ele? Alexandre Garcia abordou a defesa sem força dos recursos em petição de miséria na fronteira norte; Collor podendo virar réu da noite pro dia; e barulho por nada ou fato grave o convite de Temer feito por Rodrigo Mala Loures para promotores irem ao Jaburu?.No Direto da Fonte, Sonia Racy confidenciou que Alckmin estuda incluir, na reforma política, cortes no orçamento das campanhas eleitorais. E Marília Ruiz, no Perguntar Não Ofende, puxou as orelhas do agitado técnico Cuca, do Palmeiras.

Para ouvir clique aqui