Um líder vendido
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um líder vendido

Emílio contou que Odebrecht comprou com propina greves que Lula liderava

José Nêumanne

19 de abril de 2017 | 17h29

Ninguém podia esperar que o líder dos metalúrgicos vendesse a empreiteiro o fim da greve

Ninguém esperava que o líder dos metalúrgicos vendesse a empreiteiro o fim da greve

Réu em cinco processos na Justiça e alvo de mais seis petições remetidas pelo relator da Lava Jato no STF, Edson Fachin, a várias varas da primeira instância, Lula já tem problemas de sobra para enfrentar. Só faltava a revelação de que o herói da classe trabalhadora nunca passou de um pelego enrustido, alugado pela corrupta burguesia nacional.

Este é o último parágrafo de meu artigo Um pelego de aluguel, publicado na página 2 do Estadão de quarta-feira 19 de abril de 2017.

Para ler a íntegra clique aqui

Tendências: