As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um hacker contra o crime

Num documento que instruiu advogados a divulgarem, Vermelho fez ameaça velada sobre pessoas de sua confiança com cópias das mensagens que hackeou e se ofereceu para contribuir para lei mais efetiva contra delitos de computador

José Nêumanne

29 de julho de 2019 | 20h34

Juras de amor do hacker Delgatti, o Vermelho, à Constituição não são só anedota de mau gosto, mas também cínica narrativa para se encaixar no discurso-padrão de Greenwald. Foto: Reprodução Redes Sociais

Walter Delgatti Neto, acusado pela Polícia Federal de ter invadido aplicativos Telegram de celulares de quase mil autoridades, agentes do Estado e jornalistas, se propõe a colaborar no combate ao crime cibernético. Com uma gorda capivara de golpes que violam vários artigos do Código Penal, ele mandou advogado distribuir documento propondo dar dicas para aprimorar péssima segurança das comunicações entre executivos do governo no País.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.