Trapaça ou caos

Intervenção na segurança do Rio é aposta de risco de presidente impopular que quer disputar reeleição

José Nêumanne

23 de fevereiro de 2018 | 11h59

Sucesso da intervenção é estelionato eleitoral; e fiasco, um deus-nos-acuda

(Comentário no Jornal da Gazeta 1 quinta-feira 22 de fevereiro de 2013)

Para ver clique aqui

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.