Tramoia nojenta
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tramoia nojenta

"Simplesmente vergonhoso", como definiu título do editorial do Estadão, golpe baixo e sujo dos petistas Pimenta, Teixeira, Damous e Favreto foi jogado de uma vez no lixo pela intervenção cirúrgica da presidente do STJ

José Nêumanne

11 Julho 2018 | 11h23

Presidente do STJ, Laurita Vaz, interveio na disputa interna do TFR-4 para pôr ordem na casa e livrar a cara do Judiciário. Foto: Gustavo Lima / STJ

A tramoia do Trio Cara de Pau do PT – deputados Paulo Pimenta, Paulo Teixeira e Wadih Damus -, aceita pelo desembargador aloprado do TRF-4 Rogério Favreto e descrita com exemplar correção no primeiro editorial do Estadão – Simplesmente vergonhoso -, foi de cara refutada por três juízes com vergonha na cara: Sergio Moro, João Pedro Gebran Neto e Carlos Eduardo Thompson Flores no próprio domingo da lambança. Naquele dia, a presidente do STF, Cármen Lúcia, divulgou uma nota plena de platitudes e inútil. Mas finalmente a presidente do STJ, Laurita Vaz, deu um banho de lucidez, bravura e espírito público ao por os malandrinhos de araque em seu devido lugar: o arquivo. E devolveu o preso Lula à cela e ao ostracismo. Viva Laurita!

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107.3 – na quarta-feira 11 de julho de 2018, às 7h30m)

Para ouvir clique aqui, em seguida, no play

Para ouvir Chega de Saudade, de Tom Jobim e Newton Mendonça, com João Gilberto, clique aqui

 

Abaixo, assuntos do comentário de quarta-feira 11 de julho de 2018

 

SONORA João Gilberto Chega de Saudade

https://www.youtube.com/watch?v=EQC4Ye7hr9Y

 

1 – Haisem Quatro homens participaram no domingo do episódio mais grotesco da História da Justiça brasileira: o autor da lambança, Rogério Favreto, e os que impediram suas conseqüências desastrosas: Sergio Moro, João Pedro Gebran Neto e Thompson Flores. Depois, duas mulheres intervieram no episódio: Cármen Lúcia e Laurita Vaz. Elas agiram bem?

 

2 – Carolina Por que se tem usado com tanta frequência a palavra teratológico para definir a ordem dada pelo desembargador Rogério Favreto para soltar Lula e desautorizada pela presidente do STJ?

 

3 – Haisem Em sua opinião, qual será a atitude do corregedor do Conselho Nacional de Justiça, João Otávio de Noronha, a ser adotada no julgamento das atitudes profissionais dos juízes envolvidos no prende-solta-prende de Lula no domingo, a saber Rogério Favreto, Sérgio Moro e João Pedro Gebran Neto?

 

4 –Carolina O que você acha que levou a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, senadora Gleisi Hoffmann, a chamar de safadezas e sem vergonhices os argumentos usados pelo juiz Sérgio Moro para não mandar soltar Lula, como exigiu o desembargador Rogério Favreto?

 

5 – Haisem O que, a seu ver, levou o presidente Temer a liberar mais verbas e o Congresso votar projetos que trarão prejuízos de 48 bilhões de reais aos contribuintes? A crise acabou? Será a situação de hoje mais tranqüila do ponto de vista dos gastos públicos do que aquela à época de Tancredo Neves, cujo discurso de posse, lido pelo substituto, José Sarney, tinha um refrão: “É proibido gastar”?

 

6 – Carolina Você acredita que o novo ministro do Trabalho, desembargador aposentado Caio Vieira de Mello, fará, como prometeu na posse, uma limpa na pasta?

SONORA_CAIO VIEIRA

 

7 – Haisem Por que a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, despachou favoravelmente à concessão pedida ao ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso dando mais prazo à Polícia Federal para a investigação do eventual favorecimento de concessionários do Porto de Santos pelo presidente Michel Temer?

 

8 – Carolina Você concorda com a Advocacia Geral da União e a Controladoria Geral da União, que acabam de firmar um acordo de leniência com a Odebrecht, ou com o Tribunal de Contas da União, que o contesta?