As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Toffoli, o farsante

Presidente do STF tira da letra da Constituição falácias e farsas com as quais privilegia chefões das organizações partidárias criminosas e sustenta um bando de advogados que vivem do bom e do melhor defendendo-os em nomes das garantias individuais

José Nêumanne

12 de novembro de 2019 | 20h17

Tofoli vende quimeras, fantasias e mentiras em nome da defesa dos pobres para soltar os chefes que lhe deram bons empregos públicos e salários de nababos. Foto: Gabriela Biló/Estadão

Presidente do STF atribui ao Poder Judiciário, que preside, papel de pacificador, que negou na nefasta sessão da semana passada, na qual deu o voto dito de Minerva para tirar da cdeia seus patrões da vida inteira, Lula e José Dirceu. E agora, fingindo que se refere ao discurso mentiroso e incendiário do primeiro, dirige ameaças que de fato são feitas para amedrontar a sociedade brasileira, que foi traída pela Justiça, que promoveu numa penada infame a libertação de gatunos de colarinnho-branco que realizaram o maior assalto à poupança do cidadão brasileiro em todos os tempos. Tudo isso foi feito em nome de um preceito constitucional que não existe, mas que foi inventado para servir a criminosos milionários com o roubo e a seus advogados com acesso ao STF. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Tendências: