Toffoli cara-de-pau
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Toffoli cara-de-pau

Presidente do STF tenta limpar barra suja com voto contra jurisprudência de prisão após segunda instância com projeto absurdo no Congresso para congelar prescrições de réus apenados no mesmo grau de jurisdição

José Nêumanne

29 de outubro de 2019 | 21h21

Palpite infeliz de Toffoli de pautar Congresso para congelar prescrição de condenados em segunda instância é mais uma prova de sua ignorância jurídica. Foto: Dida Sampaio/Estadão

O cinismo do presidente do STF, Dias Toffoli, é incomensurável. Preparando-se para dar o voto de desempate que poderá instaurar de vez a República dos Bandidos no lugar do Estado de Direito no Brasil, ele oficiou à Câmara e ao Senado sugerindo ao Congresso que aprove lei para congelar a prescrição de condenados em segunda instância, no claro intuito de iludir cidadãos de boa fé e curta inteligência de que essa providência, que transferirá para o parlamento o ônus de assumir a condição de único inimigo do combate à corrupção, que tem sido eficiente durante a vigência da jurisprudência que autoriza prisão após julgamento colegiado. Sua proposta, ao contrário, permitirá o gozo da liberdade por criminosos do colarinho-branco condenados em duas instâncias, já sem a eventual e tão alegada por seus defensores presunção da inocência. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: